Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Depois dos tanques, Câmara rejeita voto impresso bolsonarista

Matéria precisava de 308 votos para ser aprovada, mas ficou longe disso

Por Robson Bonin Atualizado em 10 ago 2021, 22h08 - Publicado em 10 ago 2021, 22h07

A Câmara rejeitou há pouco, em primeiro turno, a proposta bolsonarista do voto impresso.

A matéria precisava de 308 votos para passar na Casa, mas o placar foi de 229 votos a favor e 218 votos contra.

Com o resultado, os presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, esperam que Jair Bolsonaro não continue usando o tema para ameaças golpistas. 

Publicidade