Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Depois do PSL, PRB de Crivella ameaça ir para oposição a Witzel

Com o governador próximo a Eduardo Paes, evangélicos buscam aliados no partido de Bolsonaro

Por Mariana Muniz - Atualizado em 30 set 2019, 18h00 - Publicado em 30 set 2019, 15h18

Partido do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, o PRB não está nada satisfeito com a decisão de Wilson Witzel de colocar a Secretaria de Agricultura nas mãos do PP.

Integrantes do partido ameaçam pegar o mesmo rumo do PSL de Flávio Bolsonaro — que abandonou a base do governo — e criar um bloco com os evangélicos.

O PRB se preocupa com a reeleição de Crivella em 2020 e tenta uma aliança com o PSL de Flávio. Já Witzel, como o Radar revelou, está colado a Eduardo Paes na disputa pela prefeitura do Rio – e só pensa em 2022.

Publicidade