Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Depois de Maia, Temer corre o risco de colidir com Eunício

Presidente abriu as portas do PMDB a um deputado que o presidente do Senado não suporta

Por Gabriel Mascarenhas 20 jul 2017, 13h30

Michel Temer já arrumou um tumulto com Rodrigo Maia ao deixar a porta do PMDB aberta a integrantes do PSB dispostos a sair do partido.

O presidente da Câmara enlouqueceu ao saber do movimento, uma vez que o DEM já havia iniciado conversas com os dissidentes do PSB.

Mas o flerte tem potencial para deflagrar uma nova crise, dessa vez no Salão Azul do Congresso. Entre os quadros do PSB com quem o presidente se sentou estava Danilo Fortes, deputado pelo Ceará.

Ex-PMDB, ele e Eunício Oliveira, cacique peemedebista no Estado, não se suportam. Ou seja, caso Temer leve adiante a cortesia a Fortes, precisará conter a insatisfação do presidente do Senado.

Continua após a publicidade
Publicidade