Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Demissão será ‘péssima notícia ao país’, diz líder do partido de Mandetta

'Mesmo com todos os sinais da demissão está pela manhã em duas reuniões operacionais. Está na trincheira, no Ministério da Saúde', diz aliado do ministro

Por Evandro Éboli - Atualizado em 15 Apr 2020, 13h01 - Publicado em 15 Apr 2020, 12h45

A provável demissão do ministro Luiz Henrique Mandetta é tida pelo líder do DEM na Câmara, Efraim Filho, como uma “péssima notícia” para o país.

“Para o Democratas, foco é no trabalho, o que menos preocupa o Mandetta é o Diário Oficial. Já não é mais surpresa para nós”, diz Efraim.

Colega de partido de Mandetta, o deputado afirma que o ministro segue focado no trabalho enquanto seu futuro é decidido no gabinete de Jair Bolsonaro. “Mesmo com todos os sinais da demissão está pela manhã em duas reuniões operacionais. Está na trincheira, no Ministério da Saúde”, afirma.

Para Mandetta, diz Efraim, “cada minuto conta e será dedicado ao Ministério da Saúde e ao Brasil”. “Caso confirmada a demissão, será uma péssima notícia para o Brasil”, finaliza o deputado.

Continua após a publicidade

 

Publicidade