Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Deltan Dallagnol em sobrecarga

Pediram mais prazo para deliberar sobre transferência de investigado

Procuradores de Curitiba pediram ao juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara Federal, mais prazo para analisar a transferência do advogado luso-brasileiro Leonardo José Muniz de Almeida para Portugal. Ele é investigado por operar para o MDB.

O motivo, afirmam, é a sobrecarga de trabalho.

No documento é assinado por Deltan Dallagnol, Antonio Carlos Welter, Alexandre Jabur e Felipe D’Elia Camargo, os procuradores dizem que o excesso foi trabalho foi provocado pelos desdobramentos da Lava-Jato, como as operações Piloto e Integração, que investigam o ex-governador Beto Richa.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s