Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Delação provoca racha no partido de Bolsonaro

Ala jovem quer que Bolsonaro assuma a legenda

Por Ernesto Neves - Atualizado em 18 abr 2017, 11h51 - Publicado em 17 abr 2017, 14h29

A delação que complicou a vida do Pastor Everaldo, presidente do Partido Social Cristão, provocou um racha na legenda.

Depois dele ser acusado pela Odebrecht de servir de escada para Aécio Neves nas eleições de 2014, o Movimento Direita Rio defende que Jair Bolsonaro assuma a presidência do PSC.

Estão convocando, inclusive, um evento de apoio a ele no Rio.

Como se sabe, o deputado falastrão planeja trocar de partido após o PSC apoiar o PC do B no Nordeste.

Publicidade

Atualização:

O PSC Jovem informa que “todos os parlamentares eleitos pelo Partido Social Cristão – em âmbito federal, estadual e municipal – contam com o apoio da ala jovem do Partido. Da mesma forma, sempre declaramos total apoio e admiração à atual comissão executiva nacional do PSC“.

 

Publicidade