Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Delação de Lélis Teixeira mira integrantes do judiciário fluminense

São três os anexos considerados explosivos

Por Pedro Carvalho 7 out 2019, 07h05

Três anexos da delação do ex-presidente da Fetranspor Lélis Teixeira, fechada com o ministro Félix Fischer no STJ, são considerados explosivos. Dois tratam sobre conselheiros do Tribunal de Contas do Estado e do Município do Rio de Janeiro e outro detalha práticas pouco republicanas de desembargadores do Tribunal de Justiça.

A papelada ainda está em sigilo. No TJ, todos estão em alerta.

Publicidade