Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Defesa de Lula pede ao STF acesso a conversas da Lava Jato com Moro

Advogados dizem que 'fatos novos' pode ter surgido após divulgação de mensagens trocadas entre procuradores

Por Mariana Muniz - 2 jul 2020, 16h39

A defesa do ex-presidente Lula pediu ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, o acesso a mensagens trocadas entre os procuradores da República da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba e o ex-juiz Sergio Moro. O pedido foi feito no processo que analisa a suspeição de integrantes do Ministério Público Federal no Paraná. 

O pedido foi feito após reportagem publicada pela Agência Pública em parceria com o The Intercept Brasil.

“Foram revelados novos elementos da colaboração secreta – e ilegal – havida entre os procuradores da força-tarefa da Lava Jato com autoridades norte-americanas”, dizem os advogados do ex-presidente.

Ainda segundo a defesa, “os novos diálogos desnudados sufragam a necessidade de compartilhamento de prova outrora formulado em sede regimental, eis que, em reforço a tudo o quanto fora descrito e provado na inicial do writ, o material poderá revelar a extensão da atuação ilegal dos procuradores da República nos atos de persecução realizados contra o paciente”. 

Continua após a publicidade

 

Publicidade