Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Defesa de Cabral diz que Bretas é parcial e juiz rebate

Pedido negado

Por Ernesto Neves Atualizado em 7 mar 2018, 15h15 - Publicado em 7 mar 2018, 14h22

O juiz Marcelo Bretas rejeitou pedido feito pela defesa do ex-governador Sérgio Cabral para que o magistrado fosse considerado parcial para julgar supostas fraudes no programa Poupa Tempo, do setor de transportes. 

Os advogados tomaram como argumento o fato de Bretas já ter condenado Cabral em ações anteriores.

“E se o Julgador, como dito, chegou à conclusão que o réu, naquele caso, praticou a conduta de solicitar 5% o valor sobre o valor das obras praticadas pela, como poderia concluir diversamente neste caso, apenas por se cuidar de outro segmento?! Impossível”, escreveram os advogados.

Bretas rebateu:

“Como destaca a acusação, o acolhimento da tese da defesa tornaria letra morta a regra de fixação de competência do artigo 76 do CPP, sendo natural que o juiz forme sua convicção sobre determinados fatos comuns que ocorreram em ações penais conexas, não representando tal fato violação do princípio da imparcialidade do juiz”, escreveu o juiz.

Continua após a publicidade
Publicidade