Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Defensoria consegue liberação de ponte ocupada por migrantes no Acre

Trecho estava sendo ocupado por migrantes haitianos impedidos de atravessar para o Peru

Por Mariana Muniz 9 mar 2021, 11h04

A Defensoria Pública da União conseguiu a desocupação da Ponte da Integração, em Assis Brasil (AC), por migrantes que protestavam contra o ato do governo peruano de fechamento da fronteira. Segundo o órgão, a liberação ocorreu de maneira pacífica.

Em nota, a Defensoria explica que atuou na defesa e na orientação da população em situação de vulnerabilidade desde o início da crise migratória.

De acordo com relatório produzido pelo órgão, havia cerca de  500 migrantes no local, sendo que aproximadamente 40% eram mulheres e crianças, acampados na linha de frente como forma de conter eventual ataque da força policial ali presente.

No dia 27 de fevereiro, após o pedido de reintegração de posse protocolado pela União, a DPU se manifestou no processo defendendo que os migrantes fossem ouvidos em audiência de conciliação.

Após a desocupação voluntária, a DPU afirma que segue monitorando a implantação de medidas de assistência social, com apoio técnico aos municípios envolvidos e estabelecimento de canais de comunicação com a comunidade migrante.

Continua após a publicidade
Publicidade