Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Davi pede liderança do governo na crise e fim de ataques a jornalistas

No Senado, o parlamentar disse que não vai tolerar agressões às instituições

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 6 Maio 2020, 20h16 - Publicado em 6 Maio 2020, 19h42

O presidente do Congresso, Davi Alcolumbre, condenou nesta quarta as sucessivas críticas ao trabalho da imprensa feitas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que mandou nesta terça jornalistas calarem a boca, e pediu liderança do governo na crise do coronavírus.

“As coisas estão muito difíceis, agressão a todo momento. É lamentável! Agredir a imprensa é agredir a liberdade de expressão. Aos jornalistas, minha solidariedade, meu repúdio [às declarações do presidente] e meu apoio”, disse Alcolumbre há pouco no Senado.

O presidente da Casa também falou das agressões a jornalistas nos protestos golpistas do fim de semana, que tiveram a participação e o apoio de Bolsonaro e de integrantes do governo: “Não tolerarei agressões as instituições. Isso não é democracia. Peço ao governo federal que apenas nos lidere. Aperfeiçoe, melhore, combata”.

Publicidade