Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Crivella tenta consertar declaração desastrosa sobre incêndio em museu

Declaração gerou forte reação

Por Ernesto Neves - Atualizado em 3 set 2018, 16h04 - Publicado em 3 set 2018, 13h34

Após fortes críticas, a prefeitura do Rio emitiu nota em que procura consertar declarações feitas pelo prefeito Marcelo Crivella sobre o incêndio que consumiu o Museu Nacional.

Mais cedo, Crivella disse que pretende reconstruir a instituição das cinzas, “recompor cada detalhe eternizado em pinturas e fotos e ainda que não seja o original” (ver abaixo).

A declaração gerou forte reação. Além do casarão histórico, o local guardava 20 milhões de peças de valor inestimável, como múmias do Antigo Egito.

Em poucas horas, o post de Crivella recebeu 2.400 comentários, majoritariamente negativos.

Continua após a publicidade

Veja o que diz a prefeitura agora:

A Prefeitura do Rio esclarece que, em nota divulgada mais cedo, no trecho  “…reconstruí-lo das cinzas, recompor cada detalhe eternizado em pinturas e fotos e ainda que não seja o original” o prefeito Marcelo Crivella refere-se ao prédio do Museu Nacional e não ao acervo, como pode ter sido interpretado equivocadamente por alguns. Itens de valores inestimáveis foram perdidos e jamais poderão ser recuperados. A estrutura do Palácio Imperial foi o que restou desta tragédia. A Prefeitura dará apoio ao governo federal na tentativa de recuperá-lo, para salvar, ao menos, esta obra arquitetônica de valor incomensurável para o Brasil“.

Publicidade