Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Criar tensão institucional não ajuda o país’, diz Maia sobre Bolsonaro

Presidente da Câmara criticou postura do chefe do Planalto, que propagou críticas ao Parlamento: 'Autoridade deve dar exemplo'

Por Mariana Muniz Atualizado em 26 fev 2020, 13h23 - Publicado em 26 fev 2020, 12h44

Alvo dos protestos convocados por apoiadores do presidente da República e endossados por Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, criticou a atitude do chefe do Executivo. “Criar tensão institucional não ajuda o país a evoluir. Somos nós, autoridades, que temos de dar o exemplo de respeito às instituições e à ordem constitucional. O Brasil precisa de paz e responsabilidade para progredir”, escreveu Maia em sua conta no Twitter. 

“Só a democracia é capaz de absorver sem violência as diferenças da sociedade e unir a Nação pelo diálogo. Acima de tudo e de todos está o respeito às instituições democráticas”, disse, ainda, o presidente da Câmara. 

Na terça-feira, Bolsonaro divulgou dois vídeos convocando seus apoiadores para as manifestações de apoio ao seu governo. Em um deles, ele é classificado como “cristão, patriota, capaz, justo e incorruptível”. “Por que esperar pelo futuro se não tomarmos de volta o nosso Brasil?”, diz a abertura do vídeo.

https://platform.twitter.com/widgets.js

Continua após a publicidade
Publicidade