Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coronavírus: rede de farmácias contratou 2.000 para atuarem na crise

Maior rede de farmácias do Brasil, a Raia Drogasil decidiu não aumentar os preços de medicamentos agora em abril

Por Robson Bonin Atualizado em 27 mar 2020, 17h43 - Publicado em 27 mar 2020, 14h27

Maior rede de farmácias do Brasil, a Raia Drogasil decidiu não aumentar os preços de medicamentos agora em abril, mesmo com a programação de reajuste na indústria farmacêutica.

A decisão vai além dos remédios ligados ao coronavirus. Todo ano, em 31 de março, há um reajuste estipulado por lei, que neste ano terá índice em torno de 4%.

A RD reúne mais de 2.000 unidades pelo Brasil. Para manter o atendimento à demanda na crise do coronavírus, contratou cerca de 2.000 pessoas.

Publicidade