Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coronavírus deve acabar com cobrança de Ecad em hotéis e pousadas

Deputado Federal Eduardo Bismarck diz que cobrança não faz mais sentido no novo momento do setor

Por Manoel Schlindwein 4 Maio 2020, 14h32

Pode passar despercebido, mas é comum hotéis e pousadas cobrarem uma taxa do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) pela música que é ouvida nos quartos ou áreas comuns. O valor é incluído nas diárias pagas pelos hóspedes.

O setor de hospedagem foi um dos mais atingidos pela crise do novo coronavírus e, para estimular a retomada, o deputado federal Eduardo Bismarck (PDT-CE) articula para incluir uma proposição na MP 948/2020 para eliminar a cobrança.

O parlamentar cearense lembra do excesso de taxas que o setor hoteleiro já paga pela execução de músicas em plataformas de streaming como Spotify e similares nas dependências. “Se o Ecad já recebe dos serviços de streaming e das rádios, é absurdo que os hotéis paguem a mesma conta”, reforça Bismarck.

Publicidade