Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Contra a quarentena, Bolsonaro agora vai bater no aumento da violência

Um lote de vídeos já está sendo espalhado pelo gabinete do ódio nas redes

Por Robson Bonin 27 mar 2020, 08h15

Depois de martelar a questão do desemprego como argumento para contrariar a estratégia global de combate ao coronavírus, Carlos Bolsonaro definiu o próximo passo do pai na tese do “voltem às ruas”: o aumento da violência.

Jair Bolsonaro vai ajustar o discurso nos próximos dias para dizer que o aumento do desemprego levará as pessoas a promoverem saques a supermercados, investirem em assaltos, roubos e outras atrocidades.

Um lote de vídeos já está sendo espalhado pelo gabinete do ódio nas redes.

Publicidade