Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Conselheiros do CNJ se dividem sobre processo contra ex-ministro da Transparência

Conselheiros do CNJ estão divididos quanto à possibilidade de a corregedora nacional de Justiça, Nancy Andrighi, processar e tentar punir o ex-ministro da Transparência, Fabiano Silveira, que na época das gravações de Sérgio Machado era conselheiro do CNJ. Segundo alguns dos conselheiros, Nancy só tem poderes para punir magistrados. Como Fabiano não faz mais parte […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h36 - Publicado em 1 jun 2016, 15h10
nancy

Andrighi estuda processo

Conselheiros do CNJ estão divididos quanto à possibilidade de a corregedora nacional de Justiça, Nancy Andrighi, processar e tentar punir o ex-ministro da Transparência, Fabiano Silveira, que na época das gravações de Sérgio Machado era conselheiro do CNJ.
Segundo alguns dos conselheiros, Nancy só tem poderes para punir magistrados. Como Fabiano não faz mais parte do CNJ e é servidor de carreira do Senado, ela não teria como alcançar o ex-ministro.
Mas, como Silveira sempre foi um desafeto de Nancy, estes mesmos conselheiros acreditam que ela pode mover um processo para, por exemplo, apurar a conduta do ex-ministro, desgastá-lo politicamente e ainda enviar o resultado de suas investigações à Justiça comum.
Por outro lado, há quem no CNJ também entenda que Nancy pode, sim, abrir um processo contra Silveira e tentar puni-lo no âmbito do conselho. Eles cobram, no entanto, que o mesmo rigor seja aplicado a Navarro Ribeiro Dantas, suspeito de obstruir a Lava-Jato.
Como ele é colega de STJ de Andrighi, as apostas são de que ela encerrará seu mandato à frente da corregedoria sem criar maiores problemas para Navarro.
Publicidade