Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Como o home office elevou as vendas de notebooks no país

Nem tudo é notícia negativa na pandemia

Por Robson Bonin - Atualizado em 9 jul 2020, 21h58 - Publicado em 10 jul 2020, 13h20

Os últimos meses consolidaram o modelo de home office no Brasil, fazendo com que empresas de diferentes setores investissem na aquisição de notebooks.

A Samsung registrou aumento de 26% nas vendas do produto entre a segunda quinzena de março e o início de junho, em comparação ao início de janeiro e a primeira quinzena de março deste ano.

O crescimento é acima da média do mercado, que obteve ascensão de 16% no mesmo período, de acordo com informações do painel semanal de varejo da GfK. A empresa lançou, na última semana de junho, a linha Samsung Books, com oito modelos de notebooks.

Publicidade