Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Clima acirrado permeia disputa pela presidência da Firjan

Com dossiês requentando informações antigas e chapas que prometem acabar com o mandato de 25 anos do atual presidente, eleições acontecem no próximo dia 17

Por Mariana Muniz - Atualizado em 12 ago 2020, 19h08 - Publicado em 12 ago 2020, 09h33

Às vésperas da eleição para o comando da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan) – marcada para o próximo dia 17 – uma série de dossiês com foco na administração do atual presidente passaram a circular no meio das federações industriais.

O resgate de velhas acusações dá o tom do clima acirrado que permeia a disputa pela presidência da entidade de gordo orçamento anual de 1 bilhão de reais. Uma chapa concorre com Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, no cargo há 25 anos.

Um dos documentos lançados na roda eleitoral consiste num relatório da CGU, de 2016, sobre a transparência das contas da entidade. Nos bastidores, o que se fala é que até a próxima segunda-feira muita coisa ainda pode acontecer.

ASSINE VEJA

A nova Guerra Fria Na edição desta semana: como a disputa entre Estados Unidos e China pode ser vantajosa para o Brasil. E mais: ‘Estou vivendo o inferno’, diz Marcelo Odebrecht
Clique e Assine
Publicidade