Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cimento Tupi: Credores vão pedir vencimento antecipado de dívidas

Após oito meses de tentativa de negociação, os credores internacionais da Cimento Tupi querem declarar o vencimento antecipado de uma emissão de 185 milhões de dólares em bônus. Os títulos venceriam originalmente em 2018, mas a fabricante de cimentos está inadimplente desde maio com o pagamento de juros, o que dá aos titulares o direito […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h25 - Publicado em 29 fev 2016, 13h15
Fábrica da Cimento Tupi

Fábrica da Cimento Tupi

Após oito meses de tentativa de negociação, os credores internacionais da Cimento Tupi querem declarar o vencimento antecipado de uma emissão de 185 milhões de dólares em bônus.

Os títulos venceriam originalmente em 2018, mas a fabricante de cimentos está inadimplente desde maio com o pagamento de juros, o que dá aos titulares o direito de pedir o pagamento adiantado.

A decisão deve complicar ainda mais a situação financeira da empresa e, segundo fontes, pode empurrá-la para um processo de recuperação judicial. Ao fim de setembro – último dado disponível -, a Cimento Tupi tinha apenas 8 milhões de reais em caixa ou cerca de 50 milhões se consideradas aplicações de resgate imediato.

No acumulado dos nove primeiros meses do ano passado, a Cimento Tupi registrou prejuízo de 340 milhões de reais, contra perdas de 21,6 milhões de reais no mesmo intervalo de 2014. O faturamento mingou quase 23%, para 269,5 milhões de reais.

Desde o ano passado, a companhia está sendo assessorada pelo banco Rothschild no processo de reestruturação da dívida.

Continua após a publicidade
Publicidade