Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Chefe do BC tem papel vital na travessia da crise do Renda Cidadã

Roberto Campos Neto tem ajudado Paulo Guedes a mostrar a Bolsonaro que a coisa não anda boa para o governo

Por Robson Bonin Atualizado em 2 out 2020, 17h07 - Publicado em 3 out 2020, 12h03

Jair Bolsonaro só se convenceu do estrago provocado no mercado pela proposta do Renda Cidadã de morder os recursos dos precatórios depois de ouvir o relato tenebroso do chefe do Banco Central, Roberto Campos Neto, em duas reuniões na terça e quarta-feira.

Caiu a ficha do governo de que o mercado já não acredita nas intenções do Planalto de reduzir a máquina e promover os ajustes necessários ao controle contas. A ideia mirabolante dos precatórios foi a demonstração clara de que o governo topa tudo para não cortar privilégios nem mexer no gigantismo dos gastos públicos.

Publicidade