Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Chão da fábrica parte para o ataque contra indicação para Ancine

Alex Braga não conta com aprovação do sindicato da categoria

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 11 ago 2017, 19h37 - Publicado em 11 ago 2017, 18h33

Indicado para assumir a vaga de diretor da Ancine, Alex Braga já enfrenta forte resistência antes mesmo de ver seu nome aprovado pela Casa Civil. Agora, quem se insurge contra a nomeação é o Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Reguladoras (Sinagências).

Braga tem passagens controversas como procurador da Ancine, posto que ocupa atualmente. Ele é ligado ao ex-diretor da agência Manoel Rangel e anda enrolado com um processo que envolve o cineasta Kleber Mendonça Filho, investigado pelo MPF por captação ilícita de recursos e falsidade ideológica.

Em um comunicado divulgado hoje, o presidente da Sinagências, Alexnaldo Queiroz, anuncia a desaprovação ao nome de Braga. Diz que o pretenso diretor não atende aos requisitos técnicos exigidos pela Medida Provisória que criou as agências reguladoras.

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, também não acredita que Braga dará conta do recado. Leitão foi contra o nome. A indicação de Braga foi da deputada Soraia Santos (PMDB-RJ)

Continua após a publicidade
Publicidade