Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cármen Lúcia vai julgar pedido de liberdade de Sara Winter

Ministra do STF foi escolhida por sorteio; Militante bolsonarista foi presa pela PF

Por Mariana Muniz Atualizado em 15 jun 2020, 19h27 - Publicado em 15 jun 2020, 19h20

A ministra Cármen Lúcia é a relatora do pedido de liberdade apresentado ao STF em favor da militante bolsonarista Sara Winter. A escolha da ministra foi feita por sorteio.

Sara foi presa na manhã desta segunda-feira pela Polícia Federal. A ordem de prisão contra a influencer foi solicitada pela PGR ao ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito que investiga os atos antidemocráticos. 

Na edição de VEJA que está nas bancas, o Radar mostra que o ministro Alexandre de Moraes, ameaçado por Sara, listou num despacho de seis páginas crimes de injúria e ameaça e três artigos previstos na Lei de Segurança Nacional. As penas somadas vão de 7 a 22 anos de prisão. 

Publicidade