Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Candidata laranja financiada pelo PSL era assessora de Bivar

Segundo reportagem da Folha, Érika Siqueira repassou parte da verba eleitoral para gráfica fantasma

Por Da Redação - Atualizado em 13 fev 2019, 12h04 - Publicado em 13 fev 2019, 11h42

A assessora do PSL Érika Siqueira, que segundo matéria da Folha de São Paulo recebeu R$ 250 mil de Gustavo Bebianno para a campanha eleitoral, e repassou parte do dinheiro a uma gráfica fantasma, era funcionária de Luciano Bivar.

Érika já trabalhava na legenda antes do grupo de Jair Bolsonaro assumir o comando e seu irmão, Ênio Siqueira, é advogado de Luciano Bivar.

Bebianno e Érika trabalharam juntos por menos de um mês, quando este assumiu a presidência do partido, em julho de 2018.

Em agosto, Érika deixou Brasília e seguiu para Recife, onde mora e trabalha para para Bivar.

Continua após a publicidade

Nessa época, Bebianno autorizou os repasses do fundo eleitoral para os diretórios estaduais.

Estes, por sua vez, decidiram quais candidatos iriam financiar. No caso de Pernambuco, a decisão estava a cargo de Bivar.

Publicidade