Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Câmara de Porto Alegre abre processo de impeachment contra tucano

Dos 36 vereadores, 31 votaram pela deflagração do processo Nelson Marchezan

Por Robson Bonin Atualizado em 6 ago 2020, 10h00 - Publicado em 6 ago 2020, 07h45

A pouco mais de 100 dias das eleições, a Câmara de Vereadores de Porto Alegre aprovou nesta quarta a abertura de um processo de impeachment contra o prefeito tucano Nelson Marchezan. Dos 36 vereadores, 31 votaram pela deflagração do processo.

Gastos com publicidade na gestão tucana — a própria Câmara teria autorizado os gastos — justificam a medida, mas a perda de apoio político no Legislativo durante a pandemia é a maior causa do atrito político na capital gaúcha.

ASSINE VEJA

Os 10 fazendeiros que mais desmatam a Amazônia Leia em VEJA: Levantamento exclusivo revela os campeões da destruição. Mais: as mudanças do cotidiano na vida pós-pandemia
Clique e Assine
Publicidade