Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Caiado vai decretar estado de emergência em Goiás

Governador prepara dois decretos para enfrentar a crise do coronavírus

Por Robson Bonin Atualizado em 13 mar 2020, 17h23 - Publicado em 13 mar 2020, 17h22

Governador de Goiás, Ronaldo Caiado deve editar nas próximas horas dois decretos com medidas para enfrentar o avanço do coronavírus no estado.

O primeiro decreto vai instalar o estado de emergência no território goiano por causa do coronavírus. O outro vai estabelecer procedimentos.

Serão suspensos todos os eventos com aglomerações e jogos de futebol não terão torcida.

Aliado de Bolsonaro e colega de partido do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Caiado receberá cerca de 14 milhões de reais do governo para os procedimentos.

Caiado separou um hospital inteiro para cuidar só de coronavírus no estado. Ele pretende instituir o teletrabalho no governo, nas funções em que isso for possível.

As visitas nas prisões também serão suspensas por 15 dias.

Continua após a publicidade

Publicidade