Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cade já tem data para julgar recurso da Globo em inquérito

Conselheiro Mauricio Oscar Bandeira Maia julgará processo no dia 3 de fevereiro.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 14 dez 2020, 21h05 - Publicado em 15 dez 2020, 09h32

O Cade deve julgar no dia 3 de fevereiro de 2021 o recurso do Grupo Globo Comunicações no inquérito que apura suposta “conduta anticoncorrencial”. À frente dos trabalhos da 171ª sessão ordinária, a primeira do ano que vem, estará o conselheiro Maurício Oscar Bandeira Maia, escolhido por meio de sorteio no dia 9 de dezembro.

A definição ocorreu um dia após a emissora enviar um “recurso voluntário” ao órgão questionando as medidas preventivas, tais como “abster-se de celebrar novos contratos de plano de incentivo” e realizar adiantamento dos planos.

Como o Radar revelou no início do mês, o Cade abriu um inquérito administrativo contra a emissora depois de um procedimento preparatório do órgão observar a “existência de indícios de que pode ter sido praticada conduta anticoncorrencial por parte do Grupo Globo”. Em jogo, o chamado bônus de volume, espécie de remuneração que os veículos de comunicação repassam a agências de publicidade na negociação de comerciais e propagandas.

Publicidade