Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cachaça da pesada

Os produtores de cachaça estão de ressaca desde a semana passada. O parecer final do deputado Jairo Ataíde (DEM-MG) no substitutivo que trata da produção, comércio e outras regras da cachaça, concluído na semana passada na Comissão de Agricultura da Câmara criou uma novidade no setor – a “cachaça de alambique”. E definiu aguardente de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h31 - Publicado em 27 ago 2013, 15h17

Um símbolo nacional na mira do Congresso

Os produtores de cachaça estão de ressaca desde a semana passada. O parecer final do deputado Jairo Ataíde (DEM-MG) no substitutivo que trata da produção, comércio e outras regras da cachaça, concluído na semana passada na Comissão de Agricultura da Câmara criou uma novidade no setor – a “cachaça de alambique”. E definiu aguardente de cana com uma graduação alcoólica l: de 48% a 54% de álcool e não de 38% a 54% como manda a legislação atual.

Publicidade