Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cabral caminha célere para ser o maior recordista da Lava-Jato

Ministério Público começa a investigar contratos terceirizados na gestão do ex-governador

Por Mauricio Lima 28 jan 2017, 09h01

Os procuradores já acharam 100 milhões de dólares em desvios. Mas tem mais.

Foi aberto um outro flanco de investigação contra Sergio Cabral: os contratos terceirizados de sua gestão. Arthur Soares, da Facility, foi intimado pelo MP a prestar depoimento. Morador de Miami, veio e voltou no mesmo dia. Sua empresa, especializada em mão-de-obra terceirizada, recebeu 2 bilhões de reais do governo Cabral em apenas cinco anos.

No ranking de roubalheiras da Lava-Jato, Cabral e Pedro Barusco estão hoje empatados em primeiro lugar. Nos próximos meses, o ex-governador deve assumir tranquilamente este posto.

Publicidade