Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Cabo eleitoral

Garibaldi Alves deu um tempinho do ministério na terça-feira, dia estratégico, para dar um pulo no Senado. Alheio ao tiroteio que comia solto na Comissão de Assuntos Econômicos, Garibaldi aproveitou o alto quórum no colegiado, que discutia o projeto de reforma do ICMS, para fazer campanha. Garibaldi foi de parlamentar em parlamentar – tanto da […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h16 - Publicado em 10 Maio 2013, 18h21
De olho no caixa

Ajuda a conterrâneo

Garibaldi Alves deu um tempinho do ministério na terça-feira, dia estratégico, para dar um pulo no Senado. Alheio ao tiroteio que comia solto na Comissão de Assuntos Econômicos, Garibaldi aproveitou o alto quórum no colegiado, que discutia o projeto de reforma do ICMS, para fazer campanha.

Garibaldi foi de parlamentar em parlamentar – tanto da base aliada como oposicionistas – pedir votos para seu conterrâneo Paulo Lopes Varella Neto, diretor da Agência Nacional das Águas (ANA) que aguarda a recondução ao cargo. A última etapa do processo será a apreciação do nome de Varella Neto no plenário (Leia mais em: Só uma dúvida).

Publicidade