Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Brookfield retira oferta pela fatia da OAS na Invepar

A Brookfield retirou a oferta feita pela fatia de 25% da OAS na Invepar, empresa que detém a concessão do aeroporto de Guarulhos. A gestora canadense tinha oferecido 1,35 bilhão de reais pelo ativo, cuja venda é considerada uma das peças-chave do plano de recuperação judicial da empreiteira, aprovado no fim do ano. A OAS deve, em breve, comunicar a […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h36 - Publicado em 1 fev 2016, 18h13
Aeroporto de Guarulhos: Venda da fatia da OAS em xeque

Aeroporto de Guarulhos: Venda da fatia da OAS em xeque

A Brookfield retirou a oferta feita pela fatia de 25% da OAS na Invepar, empresa que detém a concessão do aeroporto de Guarulhos.

A gestora canadense tinha oferecido 1,35 bilhão de reais pelo ativo, cuja venda é considerada uma das peças-chave do plano de recuperação judicial da empreiteira, aprovado no fim do ano. A OAS deve, em breve, comunicar a justiça da decisão.

A Brookfield não conseguiu se entender com os fundos de pensão Previ, Petros e Funcef, que, juntos detém 75% da empresa, e se recusam a ajustar o acordo de acionistas.

A oferta da Brookfield era um compromisso de compra. A fatia da Invepar vai a leilão, partindo do preço oferecido pelo fundo, que, por sua vez, teria o direto de cobrir uma eventual oferta superior.

Os fundos de pensão, contudo, têm direito de preferência. Pelo plano de recuperação, caso a venda não saia, os credores da OAS poderão converter sua dívida em ações da concessionária.

Continua após a publicidade
Publicidade