Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bretas torna réus Messer, Horacio Cartes e mais 17 da Operação Patrón

O ex-presidente paraguaio e seus comparsas irão responder por formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro e outros crimes

Por Robson Bonin - Atualizado em 8 jan 2020, 19h53 - Publicado em 8 jan 2020, 19h52

De volta das férias de fim de ano, o juiz Marcelo Bretas aceitou há pouco a denúncia oferecida pela força-tarefa da Lava-Jato no Rio contra o ex-presidente do Paraguai Horacio Cartes, o doleiro Dario Messer e outras 17 pessoas alvos da operação Patrón. Entre os acusados há 11 brasileiros, sete paraguaios e um uruguaio.

O ex-presidente paraguaio, o doleiro dos doleiros e seus comparsas agora são réus e irão responder por formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro e outros crimes.

Os crimes apurados pela Lava-Jato remontam aos anos 2000, com a prática de câmbio ilegal e evasão de divisas.

Publicidade