Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro se reaproxima do Patriota, partido que desprezou em 2017

Dirigente do partido conta que se reuniu com o presidente e a aliados garante que ele assina a ficha após a eleição na Câmara

Por Evandro Éboli Atualizado em 21 jan 2021, 23h18 - Publicado em 22 jan 2021, 11h19

Jair Bolsonaro está numa conversa evoluída com o Patriota e pode se filiar ao partido nas próximas semanas.

Se trata daquele partido que se preparou para recebê-lo em 2017. O então deputado federal chegou a assinar uma fictícia ficha de filiação, mas a coisa desandou.

O presidente da legenda, Adilson Barroso, esteve em Brasília semana passada. Se reuniu com a turma do PSL bolsonarista e já até riscou quem vai ficar com qual diretório em qual estado.

A chegados, Barroso disse que se reuniu com Bolsonaro e que a coisa está “99%” encaminhada.

Procurado pelo Radar, Barroso deu aquela desconversada típica.

“Ter Bolsonaro é um sonho de consumo. Tem muito partido grande atrás dele. Corremos por fora”, disse.

Continua após a publicidade
Publicidade