Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonaro diz que não interfere na Seleção Brasileira: ‘Tô fora’

O presidente afirmou que se limitou a "abrir o Brasil" para a realização da Copa América no país

Por Gustavo Maia 7 jun 2021, 10h25

Na sua tradicional conversa com fãs na saída do Palácio da Alvorada, na manhã desta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro negou qualquer relação com a Seleção Brasileira de Futebol depois que um apoiador citou o descontentamento com o técnico Tite, contrário à realização da Copa América no Brasil — avalizada justamente por Bolsonaro.

“Olha, a minha participação na Copa América é abrir o Brasil para que ela fosse realizada aqui. Já tem os quatro estados acertados, tudo certinho. No tocante a jogador, técnico, eu tô fora dessa, não tenho nada a ver com isso aí”, declarou o presidente.

Ele reclamou de uma matéria que relatou sua irritação com a possibilidade de jogadores da Seleição não aceitarem convocação para o torneio. “Eu não falo com a imprensa. Inventam o tempo todo”, comentou.

Bolsonaro não citou a informação, divulgada no fim de semana pelo jornalista André Rizek, do SporTV, de que o então presidente da CBF, Rogério Caboclo — afastado no domingo por denúncia de assédio sexual contra uma secretária — lhe garantiu a demissão de Tite, que seria substituído nesta terça-feira pelo bolsonarista Renato Gaúcho. Mas disse ter sua seleção e seu técnico como todo mundo.

“Cada um tem na tua cabeça uma seleção e um técnico, eu tenho na minha também. Só que a minha eu falo com os meus amigos aqui, nem pra vocês eu falo porque tão gravando aqui…”, afirmou.

Continua após a publicidade
Publicidade