Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Bolsonarista aciona PF contra Fátima Bernardes por música de Ludmilla

Programa 'Encontro' teria, na visão do deputado federal, feito apologia ao cultivo da maconha

Por Mariana Muniz - 6 jan 2020, 18h14

A turma de Jair Bolsonaro no Congresso ainda nem saiu da praia, mas já encontrou novas brigas para inaugurar o ano contra velhos inimigos.

O deputado e pastor Otoni de Paula (PSC-RJ) protocolou na Polícia Federal nesta segunda uma notícia-crime contra a apresentadora Fátima Bernardes. O motivo: o programa Encontro, da TV Globo, teria, na avaliação do deputado, feito apologia ao cultivo, uso e venda de maconha ao exibir a apresentação da cantora Ludmila no dia 23 de dezembro.

Na música “Verdinha”, canta a funkeira Ludmila: “Eu fiz um pé lá no meu quintal / Tô vendendo a grama da verdinha a um real / Eu fiz um pé lá no meu quintal / Tô vendendo a grama da verdinha a um real”.

No ofício ao diretor da PF, Maurício Valeixo, o bolsonarista critica a apresentadora por mostrar no horário matutino uma música que, segundo ele, faz apologia às drogas e ainda afirmar que ela será “o hit do ano de 2020”. “Pelo horário, deduz-se que, dentre os telespectadores, estejam considerável número de menores”, argumenta o deputado no documento.

Publicidade