Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Barroso bate o martelo e eleição terá horário prolongado em novembro

Medida tem o objetivo de tentar fazer com que as pessoas não se aglomerem nos postos de votação

Por Robson Bonin Atualizado em 28 ago 2020, 10h09 - Publicado em 28 ago 2020, 07h10

Preocupado em garantir um esquema seguro de votação na eleição de 15 de novembro, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luis Roberto Barroso, decidiu juntamente com os TREs prolongar o horário de votação por uma hora.

Pela configuração mais provável da Corte, a votação começará 7h e terminará 17h, com a luz do dia ainda garantindo o retorno em segurança dos eleitores ao lar.

O horário alongado tem o papel de tentar fazer com que as pessoas não se aglomerem nos postos de votação, evitando assim o risco de contaminação pelo coronavírus.

ASSINE VEJA

A esperança dos novatos na bolsa Leia nesta edição: a multidão de calouros no mercado de ações, a ‘lista negra’ de Bolsonaro e as fraudes na pandemia
Clique e Assine
Publicidade