Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia e Mariana Muniz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Banco genético de criminosos

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta semana o projeto de Ciro Nogueira (PP-PI) que estabelece a identificação genética para condenados por crime hediondo. O projeto segue agora para análise da Câmara. Se virar lei, o Estado terá de colher o DNA do condenado e armazená-lo em um banco de dados (leia […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 10h45 - Publicado em 16 set 2011, 12h28

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou nesta semana o projeto de Ciro Nogueira (PP-PI) que estabelece a identificação genética para condenados por crime hediondo. O projeto segue agora para análise da Câmara. Se virar lei, o Estado terá de colher o DNA do condenado e armazená-lo em um banco de dados (leia mais em Identificação genética de criminosos). O projeto estabelece que a identificação genética será feita a partir de fluidos e tecidos biológicos humanos.

Publicidade