Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Avaliado em R$ 1,6 bi, Orlando City vende fatia para holding

A fatia de 8,63% equivale a 140 milhões de reais

Por Pedro Carvalho - 28 mar 2018, 14h32

Com apenas três temporadas completas na MLS, principal liga de futebol profissional dos EUA, o Orlando City acaba de marcar um golaço fora das quatro linhas. 

O clube, avaliado em 1,62 bilhão de reais, vai anunciar a venda de 8,63% da marca para a holding de investimento Friedberg Mercantile Group. A fatia vendida equivale a 140 milhões. 

Quem sorri de orelha a orelha com o negócio é o empresário Flavio Augusto da Silva, dono do clube desde 2013. Não é para menos. Ele segue como sócio majoritário e Chairman do time. 

A valorização do Orlando City superou até as expectativas mais otimistas. Augusto esperava atingir a marca de 1,62 bilhão de reais em sete anos, não em quatro.

Publicidade

Para se ter uma ideia, o Corinthians está avaliado em 1,8 bilhão de reais, de acordo com um levantamento realizado pela Forbes no ano passado. É a marca mais valiosa da América… Por enquanto.

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade

 

Publicidade
Publicidade