Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Atlético-MG prevê aumento de receita com sócio-torcedor

O Atlético-MG é o terceiro clube que mais ganhou novos sócios-torcedores em 2016, com 15 350, de acordo com dados do Movimento Por um Futebol Melhor. No ranking geral, é o oitavo, com 63 375 associados. O reflexo disso pode impactar diretamente nos cofres do clube. Em 2015, o Galo faturou aproximadamente 14 milhões de […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 22h16 - Publicado em 19 jul 2016, 07h03
Robinho e Fred: Frutos do sócio-torcedor

Robinho e Fred: Frutos do sócio-torcedor

O Atlético-MG é o terceiro clube que mais ganhou novos sócios-torcedores em 2016, com 15 350, de acordo com dados do Movimento Por um Futebol Melhor. No ranking geral, é o oitavo, com 63 375 associados.

O reflexo disso pode impactar diretamente nos cofres do clube. Em 2015, o Galo faturou aproximadamente 14 milhões de reais com seu programa de sócios; agora, nesta temporada, prevê um faturamento de 24 milhões.

Para efeito de comparação, mesmo com menos associados, o Galo fatura mais que o Corinthians. O time do Parque São Jorge tem quase 130 mil sócios-torcedores, mas terminou 2015 com uma renda bruta de 15 milhões de reais.

Querer faturar mais com seu sócio-torcedor já deu ao Atlético-MG algumas recompensas, como as contratações de Robinho e Fred.

Continua após a publicidade
Publicidade