Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Assessor recebe R$ 13 mil para comandar milícias virtuais de Bolsonaro

Dupla função

Por Mauricio Lima 2 mar 2019, 12h00

Em teoria, Tercio Arnaud Tomaz (um dos homens de confiança de “Carluxo”) ganha 13 036 reais como assessor especial da presidência. Na prática, sua função hoje é comandar os virulentos perfis da milícia virtual de Jair Bolsonaro. Ou seja: o dinheiro público vem sendo utilizado para disseminar ódio, desinformação e guerra política.

Publicidade