Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

As regalias de Léo Índio, primo de Carluxo

Léo Índio trabalha no gabinete do senador Chico Rodrigues

Por Pedro Carvalho Atualizado em 18 dez 2019, 16h04 - Publicado em 18 dez 2019, 15h04

Assessor do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), Leonardo Rodrigues de Jesus, o Léo Índio, amigo de Carlos Bolsonaro, faz o que quer no gabinete.

Ao menos, essa é a percepção de seus colegas de trabalho.

Desde a reclusão de Carluxo, o primo também adotou a discrição, mas isso não significa que ele tenha perdido suas regalias.

Índio foi liberado de assinar o ponto eletrônico e vive grudado com o líder do Governo na Casa, o senador Eduardo Gomes (MDB-TO). Às sextas – com sorte, na noite do dia anterior – ele vai para o Rio de Janeiro e só volta na segunda – às vezes de manhã, às vezes de tarde.

E circula por onde quer também. Ora está na CPMI da Fake News, no Senado, ora está acompanhando lá na Câmara audiência com ministros do governo, caso de Abraham Weintraub há duas semanas.

Continua após a publicidade
Publicidade