Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

As pedras no caminho de Davi Alcolumbre em 2022

João Capiberibe promete ser adversário na briga por única cadeira do estado na disputa

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 21 jun 2021, 14h33 - Publicado em 21 jun 2021, 14h30

Ex-governador do Amapá, João Capiberibe (PSB) vem articulando sua candidatura ao Senado de modo a atrapalhar os planos de Davi Alcolumbre (DEM), o ex-presidente do Legislativo.

Adversários de Alcolumbre dizem que as crises no sistema elétrico do estado prejudicaram sua imagem, que teria ficado marcada pela falta de habilidade política em dar fim aos sucessivos apagões de energia na região desde o ano passado.

O blecaute mais recente aconteceu na tarde da última quarta, justamente no horário em que o Senado começava a discutir a medida provisória da privatização da Eletrobrás.

Capiberibe aposta na baixa do adversário para se cacifar como opção. No Amapá, tem dito ele a interlocutores, Alcolumbre foi “apagado pelo apagão”.

Continua após a publicidade

Publicidade