Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Aos poucos, a retomada da movimentação em lojas e shoppings

Movimento nos shoppings caiu 66,03% na semana do Dia dos Pais.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 31 ago 2020, 21h55 - Publicado em 1 set 2020, 17h32

A flexibilização das regras de abertura do comércio em função da pandemia contribuiu para o aumento na circulação de consumidores no Dia dos Pais em relação à outras datas do varejo.

Se na semana do Dia das Mães a queda chegou a 87,4% em shoppings e 53,1% nas lojas físicas, na comparação com o mesmo período de 2019, o cenário foi um pouco melhor no Dia dos Pais.

Na semana do dia 9 de agosto, quando a data foi celebrada, o movimento nos shoppings caiu 66,03% e nas lojas físicas a diminuição foi de 31,55%.

“Evidentemente os números seriam negativos por conta das medidas de distanciamento social para conter a pandemia. Contudo, percebe-se que o Dia dos Pais, já favorecido pela flexibilização do comércio, conseguiu se aproximar mais do fluxo total de visitantes registrado no ano passado”, afirma Flávia Pini, CEO da FX Data Intelligence.

Continua após a publicidade
Publicidade