Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Antes do julgamento no STF, Funaro registra seu ‘amor’ por Joesley na PGR

Delator que vive em guerra com empresário da J&F escreveu Augusto Aras

Por Robson Bonin Atualizado em 8 jun 2020, 14h04 - Publicado em 8 jun 2020, 10h20

Com a proximidade do julgamento da validade do acordo de delação de Joesley Batista e sua trupe no STF, o doleiro Lúcio Funaro decidiu despachar ao procurador-geral da República, Augusto Aras, uma petição com 16 páginas de puro amor aos irmãos batista. Ele listas ponderações que julga importante registrar na PGR antes do julgamento marcado para o dia 17.

O resumo. Funaro invoca a “postura reprovável” e “incompatível com a boa-fé” de Joesley, descrito como “pseudo–colaborador” e “fake-colaborador”, que lançou mão de “expedientes espúrios”, teve “postura incompatível”, agiu de “forma ardilosa” e com “torpeza” para fechar um acordo de delação repleto de “espertezas, trapaças e omissões”. Disse ainda que Joesley é investigado por “fatos ilícitos no Brasil e no exterior”.

Publicidade