Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Antes de vídeos, Cunha pretendia usar depoimento de Baiano a seu favor

Antes dos vídeos em que o delator Fernando Baiano confirma que já esteve na casa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que negara o fato diante da CPI da Petrobras, o peemedebista pretendia usar outro trecho do depoimento do lobista em sua defesa na denúncia em que é acusado de ter recebido propina num […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h37 - Publicado em 1 fev 2016, 13h01
Baiano: uma no cravo, outra na ferradura

Baiano: uma no cravo, outra na ferradura

Antes dos vídeos em que o delator Fernando Baiano confirma que já esteve na casa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que negara o fato diante da CPI da Petrobras, o peemedebista pretendia usar outro trecho do depoimento do lobista em sua defesa na denúncia em que é acusado de ter recebido propina num negócio de sondas para a estatal.

A defesa de Cunha teve acesso à íntegra do depoimento de Baiano e pretende acrescentar na defesa um trecho em que ele confirma que só conheceu o peemedebista em 2009. O negócio das sondas teria sido acertado antes disso, entre 2006 e 2007.

No depoimento, Baiano também isenta o presidente da Câmara de ter recebido propina no negócio, e nomeia vários peemedebistas do Senado, não denunciados pelo fato, como os receptores do dinheiro.

Continua após a publicidade
Publicidade