Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Alexandre Kalil aposta na imagem de gestor, porém mais que duplica dívida do Atlético-MG

O candidato à prefeitura de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), tem apostado na imagem de gestor para vencer o candidato João Leite (PSDB) no próximo domingo tal qual fez João Doria (PSDB) em São Paulo. Mas sua carreira tem mostrado que não é bem assim. No período em que foi presidente do Atlético-MG e de […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h27 - Publicado em 28 out 2016, 17h25
Gestor?

Gestor?

O candidato à prefeitura de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), tem apostado na imagem de gestor para vencer o candidato João Leite (PSDB) no próximo domingo tal qual fez João Doria (PSDB) em São Paulo. Mas sua carreira tem mostrado que não é bem assim.

No período em que foi presidente do Atlético-MG e de seu sucessor, Daniel Nepomuceno, a dívida do clube mais do que dobrou, tornando-se o time mais endividado do Brasil – o salto foi de R$ 265,2 milhões em 2006 para R$ 553 milhões em 2016.

Além disso, como divulgado pelo Radar, Kalil acumulava uma dívida de quase 100 mil reais de IPTU com o município — ele afirmou neste semana ter pago o valor.

Continua após a publicidade

Publicidade