Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Alerta Vargas

André Vargas deu todos os sinais de que não está disposto a colaborar com o Conselho de Ética, fugindo insistentemente da notificação sobre o processo a que ele responde. O comportamento acendeu o alerta dos deputados integrantes do colegiado, lógico. Agora, outro ponto preocupa. Até o momento, Vargas não oficializou quem fará sua defesa, nenhum […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h50 - Publicado em 16 Maio 2014, 14h27
Confusão na gramática

Atento aos dribles de Vargas

André Vargas deu todos os sinais de que não está disposto a colaborar com o Conselho de Ética, fugindo insistentemente da notificação sobre o processo a que ele responde. O comportamento acendeu o alerta dos deputados integrantes do colegiado, lógico.

Agora, outro ponto preocupa. Até o momento, Vargas não oficializou quem fará sua defesa, nenhum advogado entregou uma procuração para representá-lo. Ninguém duvida de que se trate de mais uma estratégia sórdida para dificultar o andamento da apuração sobre suas relações com o doleiro Alberto Youssef.

Ricardo Izar, presidente do conselho, será obrigado a nomear um deputado como defensor de Vargas. O temor é que, no meio do caminho, Vargas convença o colega escolhido a desistir da empreitada para que o processo seja paralisado e Vargas ganhe tempo até a degola.

Continua após a publicidade
Publicidade