Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Afastar ou não?

Ao final de sua fala, Márcio Thomaz Bastos pediu para que o processo contra Luiz Zveiter não seja aberto pelo CNJ (leia mais em Na primeira fila). Bastos resumiu o caso, envolvendo o decano do TJ do Rio de Janeiro, a uma “disputa de terras”. Pediu também a votação em separado do caso. Se for […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 10h31 - Publicado em 11 out 2011, 16h37

Ao final de sua fala, Márcio Thomaz Bastos pediu para que o processo contra Luiz Zveiter não seja aberto pelo CNJ (leia mais em Na primeira fila).

Bastos resumiu o caso, envolvendo o decano do TJ do Rio de Janeiro, a uma “disputa de terras”. Pediu também a votação em separado do caso. Se for aberto o processo contra Zveiter, o colegiado decidirá se ele será afastado ou não do cargo de presidente do TRE do Rio.

A propósito, no recomeço do julgamento do caso Luiz Zveiter, Eduardo Alckmin, advogado de Vanildo Pereira da Silva,  diretor de uma empresa supostamente prejudicada por uma decisão do desembargador, lembrou, como quem não quer nada: o escritório de advocacia da família de Zveiter defende a Rede Globo.

Publicidade