Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Advogada do ‘doleiro dos doleiros’ diz que MPF editou mensagens

Maria Leticia Bóveda, alvo da Operação Patrón, fez acusações à imprensa paraguaia

Por Mariana Muniz - Atualizado em 21 nov 2019, 11h34 - Publicado em 21 nov 2019, 10h34

A advogada paraguaia Maria Leticia Bóveda, alvo da Operação Patrón – deflagrada nesta terça-feira pela Polícia Federal – disse nesta quarta-feira que o MPF editou as mensagens trocadas entre ela e seu cliente, o doleiro Dario Messer.

A advogada, que é filha de um ex-senador, foi alvo de um pedido de prisão preventiva feito pelo MPF. Ela é suspeita de ter ocultado US$ 150 mil de Messer para fins ilícitos.

Em entrevista a uma rádio local, Letícia acusou o MPF de ter descontextualizado suas mensagens.

“É totalmente falso e estou apresentando todas as provas do que realmente ocorreu. Essas mensagens que o Ministério Público brasileiro apresentou estão editadas, lá faltam três dias de uma conversa inteira”, afirmou.

Continua após a publicidade

Só faltou mostrar as provas…

Publicidade