Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ação contra Paulo Preto deverá ser julgada pela Justiça de São Paulo

Em São Paulo

Por Pedro Carvalho 3 out 2019, 18h06

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) concedeu parcialmente habeas corpus em favor do engenheiro e ex-diretor da empresa paulista de infraestrutura rodoviária (DERSA) Paulo Vieira de Souza, também conhecido como Paulo Preto, para enviar a ação penal contra ele que corre na 13ª Vara Federal de Curitiba para a Justiça Federal em São Paulo. A decisão foi tomada de forma unânime em sessão de julgamento realizada na quarta-feira (2).

Paulo Preto foi preso em fevereiro de 2019 pela Polícia Federal durante a 60ª Fase da Operação Lava-Jato. Ele é acusado de praticar lavagem de dinheiro.

Publicidade